Eu assisti: Possessão


Estreando a parte de cinema aqui no blog, com um filme que agrada poucas pessoas né gente? Bom antes de começar quero deixar claro que não crítica de cinema, vou apenas dar  A MINHA OPINIÃO sobre o filme, e não estranhem, pois sou mega fã do genêro, apesar de morrer de medo.

Vamos começar pela Sinopse do filme:


"Baseado em fatos reais, Possessão é uma história horripilante sobre como uma família deve ser unida para sobreviver à ira do mal desconhecido.
Clyde (Jeffrey Dean Morgan) e Stephanie Brenek (Kyra Sedgwick) veem pouco motivo para preocupação quando sua filha mais nova Em se torna estranhamente obsessiva por uma caixa de madeira antiga que comprou em um bazar. Mas conforme o comportamento de Em fica ainda mais bizarro, o casal começa a temer a presença de uma força malévola. Trata-se de um dibbuk, um espírito que habita na caixa e que pode devorar a alma de quem a possui."

 Só de falar que é baseado em fatos reais já dá um medinho né?
Então, eu fui assistir o filme com grandes expectativas, queria levar uns bons sustos sabe? mas não aconteceu nada de exorbitante. Como é dito na sinopse a garotinha visita uma " venda de garagem" com o pai e se encanta por essa tal caixa de madeira, agora me digam que pai em plena consciência compraria uma caixa grande de madeira, que tem inscrições estranhas, e que não abre, pra sua filha pré adolescente?

  
Dai em diante a garotinha começa a ouvir vozes e fica alucinada pela caixa, até que ela consegue abrir e finalmente poder ver o que tem dentro. O mais incrivél é que ela não mostra pra ninguém, e passa a ficar agressiva com qualquer pessoa que ouse afasta-la da caixa. 


Até que o pai ( Jhon winchester riariaria) finalmente resolve fuxicar a caixa e descobrir o que tem dentro dela, perplexo com os objetos que encontra ele resolve afastar a filha do objeto, mas ai já é tarde demais, a garotinha já etá possuida pelo "Dibuk" o dêmonio que vivia ali dentro. Até ai o suspense é meio morno, quem é fã do gênero de terror já vai logo sacando tudo o que vai acontecer, ou seja, você já sabe o final no meio do filme.
A partir dai a garotinha vai definhando, e começa a ter comportamentos estranhos, até que uma bela noite, na casa de sua mãe ela tem um ataque, e depois disso resolvem leva-la para realizar uns exames.


Enquanto isso, o pai está correndo atrás de uma solução para tudo isso, vai na Universidade procurar algumas resposta, e é indicado pelo professor a visitar um bairro judeu, segundo ele, lá ele teria maiores exclarecimentos. Chegando lá ele descobre toda a história por trás da caixa, a verdadeira origem do Dibuk, e o que fazer para se livrar disso.

Ele então resolve levar um "rabino" até o hospital para realizar o exorcismo na garotinha, e é ali que acontecem as melhores cenas do filme, com direito a voz grossa e umas pitadas de "Samara Morgan" ( quem assistir vai entender).



Então finalmente a garotinha fica livre do Dibuk, mas só depois de passar por uns bons traumas, ai a família se abraça, chora e blá blá blá, e o pobre rabino fica encarregado de levar a caixa... bom... o final desse filme eu posso resumir apenas com uma expressão bem paraense de " ÉGUA NÃO, FALA SÉRIO!!!" e detalhe, com toda a certeza esse filme terá alguma sequência, pode esperar.

Como eu disse lá no inicio, o filme é "baseado em fatos reais" então fui atrás deste "fato" e só encontrei um post no blog Medo B que conta tudo, então passa lá.

Até o próximo filme ^^

Share this:

CONVERSATION

0 comments:

Post a Comment

Obrigada por comentar, sua opinião é muito importante para mim.