Considerações sobre o primeiro emprego.


Segunda feira, e eu já venho logo com esses assuntos polêmicos, quem ai tá procurando um emprego?
Bom, quando eu decidi largar a faculdade de agronomia, eu sabia que minha vida ia mudar totalmente, só não esperava que fosse tudo tão rápido. Assim que entrei no curso de publicidade me deparei com um universo totalmente diferente, a maioria dos meus colegas de sala trabalha, em lojas do shopping, lanchonetes, padarias, uns são atores, outros tem uma banda, enfim, cada um faz uma coisa pra ganhar seu dinheirinho, então eu ficava me sentindo " A DESOCUPADA" em não fazer nada, e mesmo trabalhando com o blog e com o youtube, ainda não consigo tirar uma grana fixa pras minhas despesas, dai que meu senso de responsabilidade bateu e eu decidi, vou arrumar um emprego!


Comecei esbarrando naquela coisa de que " eles querem experiência, mas não dão oportunidades" e quebrei muito a cara, até que apareceram as primeiras entrevistas, a primeira foi pra trabalhar como vendedora externa de um provedor de internet, só que pagava mal, e as condições de trabalho não eram lá essas coisas, então parti pra outra, a segunda entrevista que fui, foi em uma renomada loja de cosméticos da minha cidade, ser maquiadora contou pontos na hora da seleção e o salário era ótimo, só que por conta do meu horário, acabei não sendo chamada, até que eu já tava quase desistindo e apareceu uma vaga de vendedora em uma ótica, fui chamada pra entrevista e fiquei com a vaga. 0/


Com o trabalho novo, surgiram várias dificuldades, eu me mudei pra muuuuito longe, então saio de casa de manhã pra faculdade, almoço por lá, e só volto a noite depois do trabalho, no inicio isso me matava, pensei em desistir muitas vezes. Uma vez um colega de faculdade me perguntou: " tu não tem vergonha de ser vendedora, e ter um blog de moda?" Booom, não entendi qual a relação de uma coisa com a outra, sendo a moda democrática e de todos os preços, mas apenas respondi que não, e não levei a conversa adiante. O que eu acho, é que as pessoas mistificam muito a imagem de " ser blogueira", sou apenas uma pessoa normal que gosta de escrever e publicar isso na internet, tenho tpm, não vou no salão toda semana, ando de ônibus lotado todos os dias, enfim, sou uma pessoa normal, que trabalha muito pra realizar os seus sonhos.
Por isso continuei com o blog, e com o trabalho, e vivo em uma rotina bem louca, mas acabei me acostumando, e quando fico impossibilitada de postar até sinto falta. O Parada chic é um sonho que se realiza todos todos os dias, a cada post, a cada comentário, a cada curtida na página, e o trabalho é como se fosse minha âncora, algo que me mostra a minha realidade, o meu mundo, um completa o outro, e não vou desistir de nenhum dos dois.


Se você ta na mesma situação que eu, termino esse post gigante com o mesmo conselho que meu pai me deu quando eu disse que queria arrumar um emprego:
" Filha, o trabalho só dignifica as pessoas, então vá em frente, mas não deixe a faculdade de lado"

<3

Share this:

CONVERSATION

0 comments:

Post a Comment

Obrigada por comentar, sua opinião é muito importante para mim.